Água

Saúde a cada gota

Algumas características importantes da água

  • Estado Natural: A água pode existir nos estados sólido (gelo), líquido (água) e gasoso (vapor de água), dependendo da temperatura e pressão.

  • Polaridade: A molécula de água é polar, o que significa que há uma distribuição desigual de cargas elétricas. Isso resulta em propriedades únicas, como a capacidade de dissolver muitas substâncias.

  • Solvente Universal: A água é frequentemente chamada de “solvente universal” devido à sua capacidade de dissolver uma ampla variedade de substâncias, tornando-se um meio ideal para reações químicas e processos biológicos.

  • Densidade: A água atinge sua densidade máxima a 4°C. Isso significa que a água é mais densa nessa temperatura do que em temperaturas mais altas ou mais baixas.

  • Ciclo da Água: A água está constantemente em movimento na Terra através do ciclo hidrológico, que envolve evaporação, condensação, precipitação e escoamento.

  • Essencial para a Vida: A água é vital para todos os seres vivos. Desempenha um papel fundamental em processos metabólicos, regulação térmica, transporte de nutrientes e eliminação de resíduos.

  • Propriedades Térmicas: A água tem uma capacidade térmica elevada, o que significa que ela pode absorver e liberar grandes quantidades de calor antes de mudar de temperatura. Isso contribui para a regulação térmica em ambientes naturais e em organismos vivos.

  • Transparência para Luz: A água é relativamente transparente à luz visível, o que é crucial para a vida aquática e permite a penetração da luz solar nos corpos de água.

Ciclo da água

Questões frequentes sobre a água

A água pode ser definida como uma substância química incolor, inodora e insípida, fundamental para a existência da vida na Terra. Ela é composta por moléculas, cada uma formada por dois átomos de hidrogénio e um átomo de oxigénio (H2O). A água pode existir nos estados sólido (gelo), líquido (água) e gasoso (vapor de água), dependendo das condições de temperatura e pressão.

 

Essencialmente, a definição química da água é:

 

Água (H2O): Uma molécula composta por dois átomos de hidrogénio ligados a um átomo de oxigénio. Essa composição química confere à água propriedades únicas, como sua habilidade para dissolver uma ampla variedade de substâncias e sua participação em processos biológicos e ambientais cruciais.

Do ponto de vista mais amplo, além da definição química, a água é uma substância vital para a manutenção da vida, sendo fundamental para processos biológicos, ecossistemas e atividades humanas.

A água é fundamental para a vida em nosso planeta e desempenha um papel essencial em vários aspetos dos ecossistemas e dos organismos vivos. Aqui estão algumas das razões pelas quais a água é crucial para a vida:

 

  1. Sustentação da Vida: A água é um componente fundamental das células vivas. Ela participa em muitas reações bioquímicas e é um solvente para muitas substâncias essenciais à vida.

  2. Meio para Reações Químicas: A água é conhecida como o “solvente universal” devido à sua capacidade de dissolver muitas substâncias, facilitando reações químicas vitais para a vida.

  3. Regulação Térmica: A água tem uma capacidade térmica elevada, o que significa que pode absorver e reter grandes quantidades de calor. Isso contribui para a regulação térmica em organismos vivos e ambientes naturais.

  4. Transporte de Nutrientes: A água é um meio eficaz para o transporte de nutrientes e compostos essenciais entre diferentes partes dos organismos vivos.

  5. Ambiente Aquático: A água é o habitat para uma grande variedade de organismos aquáticos, desempenhando um papel crucial nos ecossistemas aquáticos.

  6. Ciclo Hidrológico: A água está envolvida no ciclo hidrológico, movendo-se continuamente entre a atmosfera, a superfície da Terra e os corpos de água, garantindo a distribuição equitativa de água no planeta.

  7. Agricultura e Produção de Alimentos: A água é essencial para a agricultura. É usada na irrigação de culturas, influenciando diretamente a produção de alimentos.

  8. Recreação e Bem-Estar: Além de suas funções biológicas, a água também é fundamental para atividades recreativas, como natação e desportos aquáticos, e tem benefícios para o bem-estar humano.

  9. Geração de Energia: A água é uma fonte importante de energia, sendo utilizada em usinas hidrelétricas para gerar eletricidade.

  10. Manutenção do Equilíbrio Ambiental: A presença adequada de água em ecossistemas contribui para a manutenção do equilíbrio ambiental, apoiando a biodiversidade e a saúde dos ecossistemas terrestres e aquáticos.

A água desempenha um papel fundamental para a vida dos seres humanos de várias maneiras. Sua importância abrange aspectos biológicos, ambientais, sociais e econômicos. Aqui estão alguns pontos-chave que destacam a importância da água para os seres humanos:

 

  1. Hidratação e Saúde: A água é essencial para a hidratação do corpo humano. Ela desempenha um papel vital em processos fisiológicos, como a regulação da temperatura corporal, a digestão e o transporte de nutrientes.

  2. Necessidade Básica de Sobrevivência: Os seres humanos não podem sobreviver sem água por um período prolongado. Ela é uma necessidade básica para a vida e é crucial para manter a saúde e o bem-estar.

  3. Prevenção de Doenças: O acesso a água potável e saneamento adequado é essencial para prevenir doenças transmitidas pela água, como cólera, disenteria e outras infecções gastrointestinais.

  4. Produção de Alimentos: A agricultura depende da água para irrigação de culturas. A disponibilidade de água influencia diretamente a produção de alimentos e a segurança alimentar.

  5. Higiene Pessoal e Saneamento: A água é fundamental para práticas de higiene pessoal, como lavagem das mãos e banho. Além disso, sistemas de saneamento adequados dependem da água para o tratamento de resíduos.

  6. Atividades Domésticas e Industriais: A água é usada em diversas atividades domésticas, desde cozinhar até limpar. Na indústria, é um componente essencial em processos de fabricação em muitos setores.

  7. Transporte e Comércio: A água é um meio de transporte vital para o comércio internacional. Portos e vias navegáveis são cruciais para a movimentação de mercadorias em escala global.

  8. Recreação e Bem-Estar: A água também desempenha um papel importante em atividades recreativas, como natação, desportos aquáticos e turismo costeiro, contribuindo para o bem-estar humano.

  9. Ecossistemas Aquáticos: Além de seu uso direto pelos seres humanos, a água é vital para a manutenção de ecossistemas aquáticos, que suportam uma ampla variedade de vida e contribuem para a biodiversidade global.

 

A gestão sustentável dos recursos hídricos é crucial para garantir a disponibilidade contínua de água de boa qualidade para as necessidades humanas presentes e futuras. O acesso à água potável e o tratamento adequado de águas residuais são desafios importantes para garantir a saúde e o desenvolvimento sustentável.

Água potável refere-se à água que é segura e adequada para consumo humano e uso doméstico. A obtenção de água potável é vital para garantir a saúde da população. Algumas características importantes da água potável incluem:

 

  1. Ausência de Contaminantes: A água potável deve estar livre de contaminantes prejudiciais à saúde, como bactérias patogénicas, vírus, parasitas, produtos químicos tóxicos e poluentes.

  2. Qualidade Organolética: Além de ser segura, a água potável deve atender a padrões de qualidade organolética, ou seja, ter características sensoriais aceitáveis, como cor, odor e sabor agradáveis.

  3. Atendimento a Padrões Regulamentares: A água potável deve cumprir as normas e regulamentos estabelecidos por autoridades sanitárias e ambientais. Esses padrões variam de acordo com as leis locais e internacionais.

  4. Tratamento Adequado: O processo de tratamento da água potável envolve várias etapas, como filtração, desinfeção (geralmente com cloração), e, em alguns casos, processos avançados como osmose inversa, para remover impurezas e garantir a qualidade.

  5. Acessibilidade: A água potável deve ser acessível à população. Isso implica na disponibilidade de fontes de água seguras e na implementação de sistemas de distribuição eficientes.

  6. Prevenção de Contaminação: Além de garantir a qualidade inicial, é essencial prevenir a contaminação da água potável durante o armazenamento e a distribuição. Isso envolve a manutenção adequada de sistemas de água.

  7. Promoção da Saúde Pública: O acesso a água potável é um fator chave para a promoção da saúde pública, pois reduz a propagação de doenças transmitidas pela água e melhora as condições de higiene.

  8. Sustentabilidade: A gestão sustentável dos recursos hídricos é crucial para garantir a disponibilidade contínua de água potável. Isso envolve práticas de conservação, reciclagem de água e proteção das fontes de água.

O acesso universal à água potável é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, destacando a importância global de garantir que todas as pessoas tenham acesso a água limpa e segura. O fornecimento de água potável é um elemento crítico para a qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável das comunidades.

A água ferrosa refere-se à presença de ferro dissolvido na água. O ferro pode existir em diferentes formas na água, sendo as duas formas mais comuns o ferro ferroso (Fe²⁺) e o ferro férrico (Fe³⁺).

 

  1. Ferro Ferroso (Fe²⁺): Esta forma de ferro está dissolvida na água e muitas vezes é incolor. No entanto, ao ser exposta ao ar, pode oxidar-se e transformar-se em ferro férrico, que é insolúvel e pode precipitar, dando origem a depósitos de cor ferrugem.

  2. Ferro Férrico (Fe³⁺): Quando o ferro ferroso é exposto ao oxigénio do ar, oxida-se para formar ferro férrico. Este tipo de ferro tende a formar partículas sólidas que podem causar coloração e turbidez na água, além de se acumularem em superfícies e tubagens.

A presença de ferro na água pode resultar de processos naturais, como a dissolução de minerais contendo ferro no solo, ou de atividades humanas, como a corrosão de tubagens. A água com altos níveis de ferro pode apresentar sabor e odor desagradáveis, além de causar manchas em utensílios e roupas.

A análise da água é essencial para determinar a concentração de ferro e a escolha adequada do método de tratamento e resolução deste Problem.

A água calcária, também conhecida como água dura, é aquela que contém uma quantidade significativa de íons de cálcio (Ca²⁺) e magnésio (Mg²⁺) dissolvidos. Esses minerais, especialmente o cálcio e o magnésio, são responsáveis por conferir dureza à água. A dureza da água é geralmente expressa em termos de concentração de íons de cálcio e magnésio, medida em partes por milhão (ppm) ou miligramas por litro (mg/L).

A água calcária é comum em muitas áreas e pode ter várias origens. Geralmente, ocorre quando a água passa por depósitos subterrâneos de calcário, uma rocha sedimentar composta principalmente de carbonato de cálcio. Durante esse processo, a água dissolve o carbonato de cálcio, tornando-se rica em íons de cálcio.

 

Alguns sinais típicos de água calcária incluem:

 

  1. Depósitos em Equipamentos: O aquecimento da água calcária pode resultar na formação de depósitos de calcário em chaleiras, aquecedores de água, canos e outros equipamentos que entram em contato com a água.

  2. Manchas em Utensílios e Vidros: A água calcária, quando seca, pode deixar manchas brancas em utensílios de vidro, azulejos e superfícies metálicas.

  3. Redução da Eficiência de Sabões: A presença de íons de cálcio e magnésio pode reagir com sabões, reduzindo sua eficácia e resultando na formação de uma substância insolúvel chamada “sabão sujo”.

  4. Resíduos em Roupas: Pode causar acúmulo de resíduos em roupas, tornando-as ásperas e desbotadas ao longo do tempo.

Existem sistemas altamente eficientes para o tratamento e resolução da água calcária, seja para soluções de descalcificação domésticas ou soluções de descalcificação  industriais.

O problema do plástico no mundo é uma questão ambiental complexa e crescente que envolve vários desafios. Aqui estão alguns dos principais problemas associados ao uso generalizado de plásticos:

 

  1. Poluição Oceânica: Toneladas de plástico acabam nos oceanos anualmente, causando poluição marinha. Isso ameaça a vida marinha, pois animais podem ingerir ou ficar presos em resíduos plásticos, levando a sérias consequências para os ecossistemas aquáticos.

  2. Microplásticos: A degradação de plásticos maiores resulta na formação de microplásticos, partículas muito pequenas que podem se infiltrar em ecossistemas aquáticos, afetar a vida marinha e, eventualmente, entrar na cadeia alimentar, representando riscos para a saúde humana.

  3. Impactos na Vida Selvagem: Animais terrestres e aquáticos muitas vezes confundem pedaços de plástico com comida. Isso pode levar à ingestão acidental de plástico, causando danos à saúde e, em alguns casos, resultando em morte.

  4. Problemas na Eliminação: Plásticos são resistentes à decomposição, e a eliminação inadequada de resíduos plásticos leva à acumulação em aterros sanitários e ambientes naturais, gerando problemas de gestão de resíduos.

  5. Consumo de Recursos Naturais: A produção de plástico consome recursos naturais, incluindo petróleo e gás natural. Além disso, o processo de fabricação libera gases de efeito estufa e poluentes.

  6. Desafios de Reciclagem: Embora a reciclagem seja uma abordagem importante, muitos plásticos não são reciclados devidamente devido à falta de infraestrutura, baixas taxas de reciclagem e complexidade dos materiais.

  7. Problemas de Saúde Humana: A presença de produtos químicos tóxicos em alguns plásticos e a possível contaminação de alimentos e água podem representar riscos para a saúde humana.

  8. Desafios Socioeconômicos: A produção e gestão de resíduos plásticos podem ter impactos socioeconômicos significativos, especialmente em comunidades que sofrem com a poluição e têm acesso limitado a recursos para lidar com o problema.

Abordar o problema do plástico requer uma abordagem multifacetada que envolva a redução do consumo, a promoção de práticas de gestão de resíduos sustentáveis, a inovação em materiais alternativos, a conscientização pública e a colaboração global. Muitos governos, organizações não governamentais e empresas estão trabalhando para encontrar soluções para reduzir o impacto negativo do plástico no meio ambiente.

Consumir água sem a utilização de plástico pode ser uma prática sustentável e amiga do meio ambiente. Deixamos abaixo algumas dicas que podem ajudar:

  1. Garrafas Reutilizáveis:

    • Opte por garrafas de água reutilizáveis feitas de materiais duráveis, como aço inoxidável, vidro ou alumínio. Estas garrafas podem ser usadas repetidamente, reduzindo a necessidade de garrafas descartáveis.
  2. Sistemas de Filtração Doméstica:

  3. Refrigeradores de Água com Dispensadores:

    • Se possível, tenha em casa um refrigerador de água com um dispensador. Isso permite que você encha copos ou garrafas sem a necessidade de embalagens plásticas.
  4. Recipientes de Vidro ou Aço Inoxidável:

    • Ao armazenar água ou transportá-la, use recipientes de vidro ou aço inoxidável. Esses materiais são duráveis, recicláveis e não liberam substâncias químicas na água.
  5. Evite Copos Descartáveis:

    • Quando bebe água, considere fazê-lo em copos reutilizáveis feitos de aço inoxidável, vidro ou materiais biodegradáveis.
  6. Participe de Iniciativas Sustentáveis:

    • Apoie estabelecimentos e eventos que adotam práticas sustentáveis, como a eliminação de garrafas e copos plásticos descartáveis.
  7. Conscientização e Educação:

    • Eduque outras pessoas sobre os impactos negativos do plástico no meio ambiente e incentive o uso de alternativas sustentáveis.

Lembrando que a redução do consumo de plástico é um passo significativo para diminuir o impacto ambiental. Ao incorporar essas práticas em seu cotidiano, você contribui para a preservação do meio ambiente e para a redução da poluição plástica.

Investir em um sistema de filtragem e purificação de água para casa pode ser uma decisão valiosa, dependendo das circunstâncias específicas e das necessidades individuais. Aqui estão alguns pontos a considerar ao avaliar a viabilidade de um sistema de de filtragem e purificação  de água da companhia para sua casa:

  1. Qualidade da Água na Região:

    Avalie a qualidade da água fornecida em sua região. Se houver preocupações sobre a presença de contaminantes, como impurezas químicas, sedimentos, cloro ou outros poluentes, um sistema de filtragem e purificação da água pode ser muito benéfico.
  2. Saúde e Bem-Estar:

    Se a saúde e o bem-estar são prioridades para si e sua família, um sistema de purificação de água pode ajudar a remover impurezas que podem afetar a qualidade da água para beber e cozinhar.
  3. Sensibilidade a Sabores e Odores:

    Algumas pessoas são sensíveis a sabores e odores na água da torneira. O sistemas de filtração e tratamento da água podem melhorar o sabor e a qualidade organolética da água.
  4. Redução do Uso de Garrafas de Água Descartáveis:

    Um sistema de purificação em casa pode incentivar o consumo de água da torneira, reduzindo a necessidade de comprar água engarrafada e, assim, contribuindo para a redução do plástico descartável.
  5. Proteção contra Contaminantes Específicos:

    Se houver preocupações específicas com contaminantes, como chumbo, bactérias ou vírus, escolha um sistema que seja eficaz na remoção desses contaminantes específicos.
  6. Custo Comparativo:

    Compare os custos a longo prazo de um sistema de filtragem e purificação em casa com o custo contínuo de comprar água engarrafada ou outros métodos alternativos.
  7. Manutenção e Facilidade de Uso:

    Considere a facilidade de manutenção e operação do sistema. Alguns sistemas podem exigir substituição regular de filtros ou manutenção mais complexa.
  8. Sustentabilidade:

    Se a sustentabilidade é uma prioridade, escolher um sistema que seja eficaz na purificação da água da torneira pode reduzir a pegada ambiental associada ao consumo de água engarrafada.

Antes de tomar uma decisão, é recomendável realizar uma análise da qualidade da água na sua área e, se necessário, consultar um profissional para orientação. Existem diferentes tipos de sistemas, como filtros de carvão ativado, osmose reversa, purificadores UV, entre outros. A escolha dependerá das necessidades específicas e das condições locais.

Água de qualidade e sustentável

A importância para a saúde humana em beber água de qualidade

Beber água de qualidade é fundamental para a saúde humana. A água desempenha papéis vitais em várias funções corporais e é essencial para a manutenção da vida. Poderá ver em baixo 10 razões pelas quais a ingestão de água de qualidade é importante para a saúde humana:

 

  1. Hidratação Adequada:

    • A água é crucial para manter o corpo hidratado. A hidratação adequada é essencial para funções como regulação da temperatura corporal, transporte de nutrientes e remoção de resíduos do organismo.
  2. Função Metabólica:

    • A água participa em muitas reações metabólicas do corpo. É um solvente universal, facilitando processos químicos essenciais para o metabolismo celular.
  3. Digestão e Absorção de Nutrientes:

    • A água é necessária para a digestão eficiente dos alimentos e para a absorção de nutrientes pelo sistema digestivo.
  4. Regulação Térmica:

    • A capacidade da água de armazenar e liberar calor ajuda na regulação térmica do corpo. Ela é essencial para o processo de transpiração, que auxilia na dissipação do calor.
  5. Manutenção da Saúde da Pele:

    • A ingestão adequada de água contribui para a saúde da pele, ajudando a mantê-la hidratada e a prevenir problemas como ressecamento e descamação.
  6. Função Cerebral:

    • A desidratação pode afetar a função cognitiva, a concentração e o estado de alerta. Manter-se hidratado é crucial para o funcionamento adequado do cérebro.
  7. Equilíbrio Eletrolítico:

    • A água é essencial para manter o equilíbrio adequado de eletrólitos no organismo, incluindo sódio, potássio e outros minerais.
  8. Saúde Renal:

    • A água desempenha um papel vital na excreção de resíduos pelos rins. A ingestão suficiente de água pode ajudar a prevenir problemas renais.
  9. Prevenção de Doenças:

    • A água pode desempenhar um papel na prevenção de certas condições de saúde, como pedras nos rins e infecções do trato urinário.
  10. Peso Corporal e Controle de Calorias:

    • Beber água antes das refeições pode ajudar a controlar o apetite, contribuindo para o controle de peso.

É importante destacar que a qualidade da água consumida é crucial. Água contaminada pode representar riscos à saúde. Consumir água de fontes seguras e tratadas é essencial para garantir seus benefícios à saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelece diretrizes para a qualidade da água potável, e é importante seguir as recomendações locais e nacionais para garantir o acesso a água de qualidade.

A nossa misão é entregar a cada cliente mais saúde em cada gota